Police in Rio

Curioso ler os jornais, no dia seguinte ao show do Police no Maracanã. Segundo o Estadão (Jotabê Medeiros), “um show perfeito, inesquecível”. Segundo a Folha (Ivan Finotti), “show frio, sem emoção”.

Tá, sei que “pãos ou pães, é questão de opiniães”, mas informações objetivas como “o maior show do ano no Brasil. (…) O som possante enchia cada recanto do Estádio do Maracanã lotado  ” (OESP) batem de frente com “show sem vibração” (…) A guitarra permanecia baixa” , “Andy Summers só se soltava nos solos” (FSP).

 Será que estes caras assistiram o mesmo show? Ou um deles está meio surdo?

Pra completar, o Finotti arremata: “Levar um filho de 17 anos para o Maracanã e dizer que esses caras eram os melhores há 30 anos, seria humilhante.” Hummm, mesmo se tivessem tocado mal, o que haveria de humilhante nisso? É humilhante dizer para um moleque de 7 anos que Ronaldo Fenômeno era o melhor há 7 anos?

Não é preciso pensar muito pra adivinhar a idade de cada jornalista. Finotti não vivenciou os anos 80, e aparenta ter uma certa dor de cotovelo por isso. “Nenhuma época pode ser melhor que a minha!” poderia ter dito. Ou “Nenhuma música pode ser melhor do que a que ouço no meu tempo”. Coisa de adolescente mal resolvido.

Anúncios

5 Responses to “Police in Rio”


  1. 1 Marcelo Brazil 12/12/2007 às 1:39 am

    Mano, óia eu aqui de novo!! Já comentei no outro e agora vamos nesse!!!

    Ótima iniciativa a sua de ir colocando seus textos, críticas e comentários aqui no mundo virtual!! Essa do show do police é ótima… precisa checar também quem bebeu o quê antes de assistir ao show!! Vai saber!!!

    Prometo colaborar sempre que possível, me cobre!!!!

    Abração!!!

  2. 2 Flor 12/12/2007 às 4:13 am

    O visual está ótimo, e o nome ficou muito legal!
    Posso divulgar???

    Ai, os amigos vão morrer de inveja do pai moderninho que tenho eu!
    Beijos da filhota!

  3. 3 Daniel Brazil 17/12/2007 às 7:49 pm

    Ter um irmão formado em Música é sempre uma responsabilidade: não posso falar besteira!

  4. 4 andarilha 18/12/2007 às 11:45 am

    Oi Daniel,

    Parabéns pelo blog. Quem tem o que dizer deve mesmo colocar na roda.

    Sobre o show do Police, visite a página da Patty Difusa, o blog O quem – http://osquem.blogspot.com/ – Ela foi pro show, vibrou muito e desafia quem diz que faltou animação, pique etc.

    um abraço.

  5. 5 Áurea 17/02/2008 às 11:43 pm

    Daniel,
    Eu estava no Maracanã no show do Police, ao lado de pessoas de minha geração e da de meus filhos, e saimos todos com cara de “e daí?”. De cara, os Paralalamas do Sucesso que podem render alguma coisa quando não tentam ser pastiche do Police, aí não dá. O show foi asséptico, como deve ser todo show em grandes tournês, que só extraem do público as mesmas emoções que provocaram quando surgiram. O The Police provocou poucas emoções, convenhamos. Nota importante: Sting fez seu discurso em prol da Amazônia, e na tela projetava-se um filme mostrando nossos indiozinhos. Um show chato, profissional e chato. E o Maracanã não lotou.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: