Uma usina de domingo

Usina Catende

Em 2006 conheci a histórica usina de açúcar de Catende. Fiz uma reportagem sobre a cooperativa, um marco na história dos trabalhadores brasileiros.

A centenária usina, que já foi a maior do Brasil, chegou a construir, nos anos 20, uma linha férrea de 140 km para o transporte do açúcar até o porto de Recife. Depois de mudar de dono várias vezes, faliu em 1995, deixando em apuros empregados, agregados, plantadores e cortadores de cana de vários engenhos ao redor.

Com os bens arrestados, a solução foi se unirem em cooperativa. Hoje, a usina está produzindo e alimentando centenas de famílias em cinco municípios, funcionando em sistema de autogestão. Os antigos empregados administram toda a produção, e com tal competência que diariamente trabalhadores de usinas vizinhas vêm ali pedir emprego. É motivo de orgulho trabalhar na mítica Usina Catende.

Passei lá uma noite inesquecível, conversando na varanda da casa grande com três cubanos que vieram conhecer o lugar e aprender a… fazer açúcar! Ensinei a eles os versos de Ascenso Ferreira. Infelizmente, o trem que ia danado pra Catende está desativado, mas sonhei que viajava nele, naquela noite.

Mal sabia que, menos de dois anos depois, estaria de volta. É onde estarei domingo que vem, para realizar um documentário. E por isso, não haverá post no dia 30/04. Deixo esta foto, tirada às 6 horas da manhã. Só o apito da usina para me fazer levantar a esta hora e ver a luz mágica que se derrama sobre o rio Pirangi!

Anúncios

4 Responses to “Uma usina de domingo”


  1. 1 Paulow 24/03/2008 às 1:01 pm

    Bom trabalho e não se esqueça de perguntar das cachaças por lá !!!!
    Como não houve impropérios sobre colocadores de carpete, acho que deu tudo certo…. Abraço (grato pela visita !!)

  2. 2 Daniel Brazil 24/03/2008 às 4:41 pm

    Não esquecerei, grande Paulo.
    Quem agradece sou eu, a noite foi ótima, as vareniques estvam excelentes!

  3. 3 oculto 14/04/2009 às 12:36 pm

    acho que você deve ter visto só o lado dos líderes da Usina Catende, pois não ha nada mais humilhante do que trabalhar numa empresa que vc trabalha por alimento contra sua própria vontade e ainda é coagido a dizer que estar recebendo esta humilhante cesta básica porque quer vergonha de empresa!!!

  4. 4 Daniel Brazil 14/04/2009 às 1:03 pm

    Acho que você nunca conversou com os trabalhadores da usina, Oculto. Passei 5 dias indo em engenhos de 4 municípios e conversando com todos, sem nenhum dirigente por perto. Diariamente empregados de outras usinas vizinhas pedem emprego em Catende, sabia? As condições de trabalho nas usinas privadas são muuuito mais humilhantes!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: