A bicicleta de Poianas


Guido Poianas foi um dos maiores pintores da paisagem urbana brasileira do século XX. Italiano de nascimento, viveu em Santo André, SP, e retratou ruas, casarios, fábricas, operários e muitos amigos.
No início dos anos 80 pintou esta cena, de enganadora simplicidade. Sutilmente, Poianas anota com seus  pincéis um sinal de novos tempos. A bicicleta, acorrentada ao poste,  revela o início da paranóia que hoje se alastra à nossa volta em forma de cadeados, alarmes, muros, grades, câmeras e armas.
Não que ladrões de bicicletas fossem  inexistentes, na época. Para um italiano, a lembrança do filme clássico de Vittorio de Sicca, de 1948, devia ser imediata.

Certamente o artista não viu uma simples bicicleta na calçada. Poianas vislumbrou, na inusitada corrente, o sintoma de algo que nos assombra até hoje, cada dia mais.

Anúncios

3 Responses to “A bicicleta de Poianas”


  1. 1 Flor 24/09/2008 às 7:25 pm

    E por trás da corrente, as cercas…

  2. 2 Sergio Poianas 04/05/2012 às 2:17 pm

    Retratou a vida cotidiana da classe operária com simplicidade e bom gosto.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




Arquivos

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: