Encontros com Einstein

Este sábado fui ao Ibirapuera. Não para passear no parque, lugar que conheço bem pois, além de freqüentar desde a infância, trabalhei lá durante alguns anos.

Na verdade fui pela segunda vez à bela exposição dedicada a Einstein, que acompanhei desde o início. A mulher que namoro há dez anos, Carmen Prado, é consultora científica do evento, e mesmo eu estando distante a maior parte do tempo (relativo, como diria doutor Albert), me punha a par do planejamento, execução e montagem da exposição.

No meio do caminho, um fato surpreendente. Um venerável professor do Instituto de Física da USP, Walter Wrezinski, se aposentou e em 2008 voltou para a Europa. Ao partir, doou algumas coisas para o Instituto. Entre elas um retrato de Einstein, que ficou jogado num canto por um bom tempo. Quando abriram o pacote, tentaram descobrir a origem.

Wrezinski contou que um tio-avô foi amigo de Einstein, e o retrato lhe foi presenteado pelo próprio. Quando chegou ao Brasil, fugindo do nazismo, trouxe a lembrança na bagagem.

Esse tio é Ernst Mehlich, que se tornou o primeiro diretor da Orquestra Sinfônica de S Paulo, e foi professor de muita gente no meio musical, entre 1930 e 1950.

O retrato, um bico-de-pena, tem essa assinatura…

jahn…que reproduzo com esperança de que alguém descubra de quem se trata. Fará parte agora da exposição brasileira do Einstein. Este blog, por uma feliz conjunção de acasos (“Deus não joga dados!”) mostra ao mundo um retrato inédito do maior cientista do século XX.

Einstein

Mas falava de Carmen, e ela palestrou sobre movimento browniano, fractais e caos. Eu, pobre estudante de Humanas, pela primeira vez, tive uma percepção do que são aquelas fascinantes formas geométricas que nos encantam quando vemos reproduzidas em livros ou na Internet. São fórmulas matemáticas representadas graficamente! E na representação, como acontece com geógrafos, astrônomos ou biólogos, as cores são arbitrárias, definidas pelo cientista-artista.

fractal

Eu, ignorante confesso das coisas da Física (apesar do esforço de minha mulher em tentar me desenburrecer), declaro-me abismado perante tantas maravilhas. E modestamente orgulhoso por publicar, em primeira mão, o retrato do pacifista, humanista e cientista, Dr. Albert Einstein.

Anúncios

1 Response to “Encontros com Einstein”


  1. 1 acompanhantes 14/08/2014 às 12:28 am

    Greetings from Idaho! I’m bored at work so I decided to check out your blog on my
    iphone during lunch break. I really like the information you provide here
    and can’t wait to take a look when I get home. I’m surprised at how fast your blog loaded on my mobile ..
    I’m not even using WIFI, just 3G .. Anyways, great site!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: