Memorial da Resistência

Em janeiro deste ano recebi um convite para a inauguração do Memorial da Resistência, na Estação Pinacoteca, em São Paulo. Criado no espaço onde funcionou o sinistro DEOPS (popularmente conhecido por Dops), o aparelho repressivo criado por Getúlio Vargas atravessou muitos anos servindo de prisão a quem contestasse o governo. Durante a ditadura militar muitos ali foram torturados e até mortos.

Na véspera, conversando com o pessoal da VIATV, deu o estalo: porque não gravamos o evento? Liga pra um, liga pra outro, vimos que eles não tinham verba pra isso. Fomos voluntariamente, pela oportunidade de conversar com pessoas interessantes e colher alguns depoimentos valiosos.

O museu é emocionante, como são os poucos memoriais existentes no mundo sobre perseguidos políticos. O Museu do Holocausto, em Israel, é o mais emblemático. Em Buenos Aires um prédio da Marinha, que era um centro de  tortura, foi transformado num centro de memória em 2004, com  centenas de depoimentos gravados sobre o período da ditadura.

O Memorial da Resistência está apenas começando. Com o material na mão, percebemos que tínhamos ainda muito pouco. Gravar entrevistas no meio de um  evento é complicado, tem muito barulho e o ambiente é dispersivo. Mas, conversando com os organizadores do Memorial, percebemos que este pouco era fundamental para que eles divulgassem o projeto e angariassem mais recursos.

Editamos um pequeno vídeo. Dá pra fazer um longa metragem sobre o assunto. Um não, vários! Não é à toa que o vencedor do Festival Tudo É Verdade deste ano foi Cidadão Boilensen, enfocando a repressão durante a ditadura. O tema é quente, e sabemos pouco sobre o período.

Mais que isso, a memória está se perdendo. Os mais velhos já partiram, levando parte da história. Antes que alguns comecem a acreditar que houve no Brasil uma “ditabranda”, é bom ver e ouvir com os próprios olhos.

Aqui está o vídeo. Não substitui de forma alguma uma visita ao Memorial, entrar nas celas, passar a mão nas paredes, ouvir os depoimentos de ex-presos. Mas é um pequeno passo.

Anúncios

2 Responses to “Memorial da Resistência”


  1. 2 Daniel Brazil 05/05/2009 às 2:30 am

    Obrigado, Deinha! Um monte de gente merece este elogio. Repassarei!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: