A opção da grande mídia

– Bombardeio pesado contra o governo Lula, nos jornalões. Parece que foi combinado no tal encontro do Instituto Millenium, do qual participaram luminares da direita. Partiram para o tudo ou nada, ou como diz o articulista Mauro Carrara, desencadearam a operação “Tempestade no Cerrado”. Vale a pena ler, aqui.

– A tática é desencavar velhos processos e denúncias, que não progrediram pelas vias legais. A cada vez mais panfletária (in)Veja recicla depoimento de 2005 de notório bandido (envolvido no mensalão do DEM, mas isso a revista não diz), e dá trela a denúncias do procurador Blat, que a própria Justiça desautorizou. E, claro, a “reporcagem” não procurou ouvir o principal acusado, João Vaccari.

– O mais engraçado (ou trágico, do ponto de vista da democracia) é que a Assembléia Legislativa de SP finalmente aprovou uma CPI, para investigar o caso Bancoop. Ué, mas isso é da esfera pública? Não, não é. Mas cumpre interesses políticos. Já os vários pedidos de CPI do Rodoanel, da Segurança, da Educação, dos desvios de verba do Metrô, foram todos negados, nos últimos anos.

– Há alguns dias, Lula foi atacado de todas as formas por visitar um país que “não respeita os direitos humanos, que dificulta o acesso à informação, que mantém presos políticos incomunicáveis”. Hoje Lula está em outro país, que além de tudo escrito acima, mantém um arsenal nuclear, ocupa ilegalmente territórios vizinhos e pratica guerra de extermínio a outro povo. Repararam na diferença de tratamento nos editoriais?

– As fotos da greve dos professores de SP primaram pela manipulação. Planos fechados, pouca gente, algumas faixas de reivindicação salarial. No site da APEOESP, fotos mostram um mar de gente entupindo a Paulista, um bonecão enorme do Serra-vampiro, dezenas de faixas com diversos protestos. É sempre bom ver os dois lados, viva a Internet!

– O Estadão mudou de cara, está mais bonito. Só precisa modernizar o conteúdo. Para ser coerente, deveria ser impresso com páginas amareladas. A sessão de cartas é um retrato perfeito do tipo de gente que edita o vetusto diário. Publica-se qualquer mentira ou ofensa, desde que seja atacando Lula, Dilma ou o PT. “Ah, mas é a opinião do leitor, né?”  Só rindo…

– Realmente, faria bem pro Lula ter críticos mais isentos e sérios. E faria bem pro Serra ter apoiadores menos comprometidos. E faria muito bem para o Brasil ter uma imprensa decente!

Anúncios

0 Responses to “A opção da grande mídia”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: