Estadão de domingo

Em aberta campanha pró-Serra, o jornalão estampa fotos sorridentes e rasga elogios ao “ex-candidato do conflito”. Em manchete, afirma que Serra prega fim das divisões. Colunistas rasgam elogios ao discurso do prócer da oposição. Um deles, chefe de redação da sucursal em Brasília, chega ao exagero de dizer que Serra “virou os mitos do lulismo pelo avesso”, com seu discurso “por um Brasil sem donos” (?).

Relembrei, com prazer, um elegante conceito emitido pelo professor Elias Thomé Saliba, no caderno literário do mesmo jornal, na véspera.

Afirma o professor de Teoria da História da USP que os principais estudiosos e intérpretes do Brasil se notabilizaram pela pesquisa empírica, “não aderindo (…) aos engodos sutis do pensamento liberal nativo, com sua vocação para harmonizar conflitos político-culturais.”

Sei que às vezes não dá tempo, mas seria bom que os jornalistas lessem com mais atenção o próprio jornal onde trabalham. Às vezes tem coisa que presta…

Anúncios

0 Responses to “Estadão de domingo”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




Arquivos

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: