Gimnopédie violeta

Lembro exatamente da primeira vez que ouvi Erik Satie. Estudante de cinema, estava no MIS (Museu da Imagem e do Som) de São Paulo, no início dos anos 80, para assistir a uma projeção da cópia restaurada de Limite (1930), o filme de Mário Peixoto que virou uma lenda do cinema mundial.

O discurso poético das imagens, a narrativa não convencional e a fotografia impressionante de Edgar Brazil me deixaram racionalmente chapado. E o envolvimento proporcionado pela música de Satie, orquestrada por Debussy, foi embriagador. Passei semanas procurando a tal Gimnopédie pelas lojas de discos de São Paulo.

Decorei as três Gimnopédies, até aprendi a tocar uma no piano. Também as três Gnossiennes e as Três Peças em Forma de Pêra. As Ogivas e as Sarabandas.

Passados muitos anos, me acostumei a Satie. Passou a ser história, não descoberta. Até que, dias atrás, fui ver o concerto do Duo Violeta no SESI da Avenida Paulista. Conheço a dupla faz tempo. Já animamos alguns saraus na vida. Pois não é que tocaram um arranjo da Gmnopédie n.1 para violão e clarineta que me deixou todo arrepiado? Conjunção de talentos, guarda baixa emocional, momento de catarse, sei lá. Mas merece ser compartilhado:

Anúncios

6 Responses to “Gimnopédie violeta”


  1. 1 valmir 28/07/2010 às 8:18 pm

    é gozado como esta musica ou estas musicas surgem em momentos mágicos da vida, certa noite vagava pelo quintal cachimbo ba boca e comecei a assovia-la do nada e quando voltei para casa coloquei para a peuqena Ariadne ouvir o CD com esta canção, agora lndo tu recado me lembrei do Limite e porra também foi a primeira vez que ouvi esta canção através de uma VHS.
    abraço meu caro

  2. 2 Daniel Brazil 29/07/2010 às 6:54 pm

    Música, vaga música, como dizia Cecília Meireles. A mais imaterial das artes, a que mais penetra na alma.

  3. 3 Roberta Valente 23/08/2010 às 8:47 pm

    amo essa música, querido… beijoca

  4. 4 Daniel Brazil 24/08/2010 às 12:25 am

    Sem dúvida, Roberta! Música amável à primeira audição…

  5. 5 Fábio Brazil 27/08/2010 às 12:26 pm

    Passando por aqui…
    Vi e li um bocado de coisas interessantes, estava escolhendo uma para deixar um recado e um abaraço, de repente Satie… Marcelo e Rosa tão bonitos, furtando olhares um do outro… música e arranjo lindos, claro, mas o corpo dos dois… tão “em cena” e tão a vontade, flertando-se como a música e mosso ouvidos.
    Obrigado Dani.

  6. 6 Daniel Brazil 27/08/2010 às 1:14 pm

    Agradeça a eles por esse momento, Fábio. Oportunidade não faltará!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: