Rubens Paiva

Amanhã, no Memorial da Resistência, em São Paulo, será aberta a exposição sobre Rubens Paiva, além do lançamento de sua biografia. Para os mais jovens, talvez este nome  não signifique muito. Para quem viveu durante a ditadura militar, é um símbolo.

Quis o destino que eu me tornasse colega de faculdade de seu filho Marcelo e amigo de sua filha, Vera. Quem participava do movimento estudantil no final dos anos 70 conhece bem a Veroca. E, um pouco depois, fiz um trabalho junto com Wladimir Sacchetta, que também virou um amigo do peito, grande criador de sacis. Ele é o curador da exposição.

Por tudo isso, mas não só por isso, estarei lá amanhã, no Memorial, encontrando outros amigos e lutando para que a memória dos que lutaram contra a ditadura não se apague. E que os criminosos que mataram e torturaram em nome do Estado usurpado sejam punidos. Para que nunca se esqueçamos de que defender a liberdade e a democracia não é crime. Nunca pode ter sido.

2 Responses to “Rubens Paiva”


  1. 1 Jussara Xavier 26/03/2011 às 2:45 pm

    Não poderei estar aí, mas tem minha solidariedade.
    Não deixar esquecer é a tarefa mais importante para nós agora
    bjs
    Jussara

  2. 2 Daniel Brazil 26/03/2011 às 8:50 pm

    Foi muito emocionante, Ju! A exposição está muito bem montada, e os ddepoimentos das filhas do Rubens Paiva, do filho, do Almino Affonso, do Paulo Vannuchi e do Saccheta foram maravilhosos. Todo mundo, na sala lotada, se sentiu parte daquela família, naquele momento.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




Arquivos


%d blogueiros gostam disto: