O líquido mais caro do mundo

Entre no Google e digite “líquido mais caro do mundo”. Vais encontrar diversos artigos, uns bem humorados, outros revoltados, mas todos unânimes: o tal líquido é essa maldição dos tempos modernos conhecida como “tinta de impressora”.

Semana passada comprei um cartucho do caríssimo produto, imposto pelo fabricante de minha impressora, a poderosa HP. Caixa fechada, envelope lacrado, revendedor respeitável (Acho. É a loja do Abílio Diniz…).

Está escrito na embalagem o slogan da empresa. “Preciso. Confiável. Sempre.” Quantidade: 4,5 ml. Preço: 36,80. Uma rápida conta nos mostra que este ouro negro custa R$ 8.177,00 o litro! Se fosse tinta colorida, seriam R$ 13.575,00. Não existe perfume, vinho, champanha ou uísque 20 anos que se compare!

Instalei conforme as instruções na minha impressora, uma HP C4480 com menos de 6 meses de uso. Comecei a imprimir uma cópia do meu romance, Terno de Reis. Para minha surpresa, ao passar das 100 páginas, surgiu o aviso “pouca tinta” em minha tela. Desliguei a impressora, tirei e examinei o cartucho, recoloquei. Mais 10 páginas e começou a falhar a impressão. O aviso estava correto.

O que já seria o líquido mais caro do mundo multiplicou o preço! Evidentemente o tal cartucho não continha a quantidade anunciada. Sentindo-me lesado, fui obrigado a voltar à loja do Abílio e comprar outro cartucho para terminar o trabalho. Fila, aborrecimento e prejuízo, em pleno domingão.

Entrei no site da HP e registrei meu protesto, cobrando ressarcimento. Seis dias depois, uma resposta automática:

“Sem dados para analisar seu problema. Informamos que o Fale com a HP se destina exclusivamente à (sic) reclamações e elogios relacionados a produtos e serviços.”

Bom, ficamos sabendo então que o cartucho de tinta vendido pela HP (HP CB335WB) não é produto nem serviço, é isso? E que o dito site de relacionamento é mentiroso. Resolvi dar uma última chance à pobre empresa fundada por Bill Hewlett e David Packard, e liguei diretamente para o SAC. O atendimento foi de bom nível, educado. Anotou dados, mas queria que eu estivesse em frente à impressora. Pareceu enrolação. Como eu liguei do trabalho, anotou meu telefone e disse que iriam ligar para minha casa. Estou esperando há vários dias…

. Ou melhor, não estou esperando mais. Encaminharei aos jornais a denúncia de mais esse roubo ao consumidor, patrocinado por uma multinacional. Mesmo odiando pagode, passei a ter certa simpatia pelos “Inimigos da HP”. Juro que nunca mais comprarei um cartucho destes enganadores, e vou me reabastecer com os genéricos da esquina, mais confiáveis. Se algum der defeito, o cara troca na hora!

Sugiro um slogan mais honesto: “Impreciso. Inconfiável. Sempre.” E poderiam acrescentar “perigoso para a saúde”, como denunciam várias organizações ambientais.

Anúncios

12 Responses to “O líquido mais caro do mundo”


  1. 2 Jussara 02/08/2011 às 10:52 pm

    Aqui em casa só temos usado os reciclados, pelo menos imprimem mais de 100 páginas. Tinta não é produto nem serviço é roubo! A mocinha do SAC é simpática mas jamais vai admitir que trabalha para uma quadrilha.
    bjs
    Jussara

  2. 3 Daniel Brazil 03/08/2011 às 1:24 pm

    É isso aí, Ju! Vamos divulgar nosso protesto, Fernando!

  3. 4 Marli Belloni 03/08/2011 às 1:37 pm

    Vergonha alheia… Sei que importante imprimir seu romance (ai, que invejinha branca), mas sabe que há anos praticamente não imprimo nada? Nem tenho mais impressora em casa. Vamos protestar também banindo a prática de imprimir.
    Beijocas
    Marli

  4. 5 Daniel Brazil 03/08/2011 às 2:08 pm

    Adoraria não imprimir, Marli! Infelizmente, o próprio trabalho me obriga…Mas evito, sempre que posso. Agora mesmo estou lendo e revisando um romance inédito de um amigo, todinho no computador. É chato, mas a natureza agradece!

  5. 6 Angelo Raviz Tokutake 03/08/2011 às 3:30 pm

    Oi Daniel, acho que prá Você, o mais indicado seria uma Impressora Matricial.
    Se for prá imprimir só texto, prêto no branco, ela tem o custo operacional bem mas em conta. E ela usa uma fita como as antigas IBM de datilografar, que são bem mais Baratas que as tintas HP, EPSON ou CANNON. E parece que a própria impressôra custa bem menos.

  6. 7 Angelo Raviz Tokutake 03/08/2011 às 3:34 pm

    A anterior foi c/ êrro de digitação, desculpem-me.
    Oi Daniel, acho que prá Você, o mais indicado seria uma Impressôra Matricial.
    Se for prá imprimir só texto, prêto no branco, ela tem o custo operacional bem mais em conta. E ela usa uma fita como as antigas IBM de datilografar, que são bem mais Baratas que as tintas HP, EPSON ou CANNON. E parece que a própria impressôra custa bem menos.( E não entopem comoquando a tinta seca nos tubinhos ).

  7. 8 Daniel Brazil 03/08/2011 às 3:36 pm

    Obrigado pela dica, Angelo. É que preciso de uma multifuncional, que também escaneie, faça cópias, etc. Necessidades de trabalho, infelizmente…

  8. 9 Angelo Raviz Tokutake 04/08/2011 às 6:58 pm

    Oi Daiel, desculpe-me. Você tava falando de Pau e eu entrei falando de Pedra.Concordo plenamente contigo. Realmente, Eu tbm acho uma total falta de respeito para com os consumidores. Falta de visão, tato e tino comercial tbm. Um roubo, uma exploração.Mesmo aqui no Japan, a HP tem fama de ter os preços da tinta absurdamente caros.A impressôra custa uma fração duma epson ou cannon, ( uma vez qdo vi, o joguinho de tinta custava mais que a própria impressôra)…E prá mim, as tintas da Epson ou Cannon tbm custam um absurdo.

  9. 10 Angelo Raviz Tokutake 04/08/2011 às 7:18 pm

    Não sei como é aí no Brasil hoje em dia…mas os SAC da Cias japonesas aqui no Japan funcionam uma maravilha…Uma vez comprei um video deck e deu pau logo de início…fui na loja, expliquei o caso e o rapaz da loja,
    baixou a cabeça e pediu mil desculpas e sem + delongas, me deu outro aparelho novinho…assim, sem examinar ou testar…só no fio do bigode.
    Fatos semelhantes aconteceram com diversos amigos brasileiros aqui. Ficamos todos sempre impressionados.
    Só não sei se Epson, Cannon, Konica-Minolta,Brother etc estão atuando no mercado brasileiro e a que prêço se estiverem…mas aqui são bem confáveis. Um Abraço, Angelo.

  10. 11 Daniel Brazil 08/08/2011 às 10:33 pm

    É, aqui a coisa é bem diferente, Angelo! Estamos alguns degraus abaixo desse estágio de civilização…


  1. 1 O líquido mais caro do mundo « FÓSFORO | iComentários Trackback em 03/08/2011 às 7:17 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: