Na terra de Gardel

Uma semana na terra de Gardel, Evita, Piazzolla e Maradona. Verano porteño, com céu absolutamente limpo de nuvens e um calor de 30 graus à sombra. Os bares com mesinhas na calçada, cheios até altas horas da madrugada. Bermudas, shorts e blusinhas sem manga para todo lado. Centenas de turistas – principalmente brasileiros – cambiando dólares, enchendo os restaurantes, procurando shows de tango, colorindo os parques.

Aliás, como tem parque em Buenos Aires! Pobre São Paulo, sufocada pelo concreto e pelos automóveis, prima rica, e muito mais pobre… E como tem museus! Comecei pelos históricos, pretendo chegar aos modernos. O de Arte Hispano-Americana, no Palácio Noel, é lindo, com peças maravilhosas de prata e madeira, além de pinturas e esculturas barrocas. Aliás, o rio da Prata tem esse nome por ter sido o grande escoadouro da prata peruana para a Europa, a primeira grande “veia aberta da América Latina”. Buenos Aires surgiu ali, no meio do caminho.

A terra de Borges, Berni, Yupanqui e Che Guevara surpreende os turistas. Alguns, pelo menos. Uma perua, no elevador do hotel, pergunta:

– Brasileiros?

– Sim.

– Todos fazendo compras por aqui, né? Tem ofertas incríveis! (O sotaque revelou a origem paulista).

– Bem… Não compramos nada até agora, mas visitamos dois belos museus.

– (cara de incrédula) Museus?… Vale a pena?

Não, senhora. Pra gente como você, nunca valerá a pena, infelizmente. Assim como acharia um desperdício se soubesse que, no dia seguinte, iríamos alugar duas bicicletas e passear na Costanera, durante toda a tarde. Coisas simples, e quase mágicas, que a terra de Cortázar, Sábato, Quinquela Martín e Charly Garcia nos oferece com um encanto todo especial.

5 Responses to “Na terra de Gardel”


  1. 1 Flor 18/01/2012 às 8:13 pm

    Ah que delícia! E eu acabo de voltar da Bahia, outra terra fértil de arte e cultura… divirtam-se!

  2. 4 Julio Xavier 16/04/2012 às 12:41 pm

    Se você não foi ao Museu de Arte Moderna vai ter que voltar lá. Nem me pergunte em que rua fica, pois não sei. Estávamos eu e a Macá flanando a pé pela cidade (tem coisa melhor?) e ao passarmos na frente resolvemos entrar. É deslumbrante!

  3. 5 Daniel Brazil 16/04/2012 às 12:49 pm

    Escrevi vários posts sobre Buenos Aires, afinal foram nove dias. O Malba está aqui, confira: https://danbrazil.wordpress.com/2012/01/27/museus-de-buenos-aires/


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: