Fotografando pássaros

Periquito-rico

Há algumas semanas realizei um sonho de muito tempo: ter uma máquina fotográfica boa, não uma simples compacta. Um conhecido me vendeu uma com pouquíssimo uso, sem nem um risquinho, por metade do preço de nova. Aproveitei e arrematei uma tele de 300 mm.  Pronto, estou preparado para fotos maravilhosas nas próximas férias!

João-de-barro

Quero dizer, acho. A primeira reação foi de alegria. A segunda de medo. O manual da bicha tem mais de 230 páginas, em inglês. E lá fui eu tentar decifrar os mistérios da abertura versus velocidade versus profundidade de campo. Lembro de que estudei isso na faculdade, mas faz tanto tempo!

Cardeal-do-nordeste

Foto de paisagem é fácil. Gente também costuma colaborar. Pensei em algo mais difícil: pássaros. Sempre tive certa queda por biologia, contemplação da natureza, andar no mato, essas coisas. E os emplumados são ariscos, não param quietos, é um bom desafio para qualquer fotógrafo.

Sabiá-do-campo jovem

As primeiras tentativas foram horríveis, confesso. Passei o feriadão de novembro em Ilhabela e fiz trocentas fotos, das quais se aproveitam meia dúzia. Bendita era digital! Se fosse no tempo do filme, eu estaria falido.

Carrapateiro

De volta a São Paulo, aproveitei algumas caminhadas na USP para fotografar os tais seres alados. Um ou outro deu sopa, mas a maioria riu da minha cara. De longe. Os pequeninos são impossíveis! Vejo fotos por aí, mas acho que os autores têm de utilizar outros talentos, como hipnose, invisibilidade, onipresença ou magnetismo pessoal.

sabiá-do-campo

Fiquei sabendo que os fotógrafos premiados usam playback. Entram no mato com gravações de cantos e tocam até os carinhas aparecerem, curiosos ou indignados. Não cheguei a esses requintes ainda, acho meio esquisito. Creio que me sentiria enganando os bichinhos: “Tangará, sou uma fêmea no cio, apareça!”. Mais pra frente talvez eu perca os escrúpulos.

Pomba-de-bando

Enfim, é uma boa distração, mesmo numa metrópole como São Paulo. Durante as caminhadas penso em diversas coisas, resolvo problemas, crio histórias mirabolantes. Divido aqui com vocês algumas amostras deste primeiro mês de aprendizado!

Coruja-buraqueira

(Todas as fotos foram feitas no campus da USP, em novembro de 2012).

18 Responses to “Fotografando pássaros”


  1. 1 Marli Belloni 06/12/2012 às 12:01 am

    Nunca perca seus escrúpulos, querido amigo! A natureza agradece. Se estão invisíveis aos nosso olhos, devem ter lá suas razões. bj

  2. 3 suely 06/12/2012 às 6:44 am

    Inspirador!

  3. 4 Daniel Brazil 06/12/2012 às 9:34 am

    Ah, esqueci de nomeá-los! Só para matar a curiosidade:
    1 – Periquito-rico (ou periquito-verde)
    2 – João-de-barro
    3 – Cardeal-do-nordeste (espécie introduzida aqui no Sul)
    4 – Sabiá-do-campo filhote, dando os primeiros passos fora do ninho.
    5 – Gavião-carrapateiro
    6 – Sabiá-do-campo adulto.
    7 – Pomba-de-bando.
    8 – Coruja-buraqueira.

  4. 5 Ione 06/12/2012 às 9:36 am

    Dani, as fotos ficaram lindas, adorei mesmo! Vc j t com cara de profissa! hahahahahaha Por todos os lugares onde vc j andou, fico imaginando….Vc tinha mesmo que ter uma mquina dessas power-mega-blaster! hahahaha Beijos e divirta-se muito com o novo brinquedo. gostoso ver a vida por outros olhos.🙂

  5. 7 Sandra Abrano 06/12/2012 às 9:37 am

    Impressionante. O texto e as fotos.

  6. 8 Mário 06/12/2012 às 9:47 am

    Lindas. Tem mais?

  7. 10 Flor 06/12/2012 às 2:39 pm

    O próximo passo é criar um blogue (ou fotologue?) só para os pássaros…

    • 11 Daniel Brazil 06/12/2012 às 3:13 pm

      Ah, o Wiki Aves já dá conta, no endereço acima. No ano que vem faço um álbum mesmo, impresso, pra folhear em casa.

  8. 12 Paulo Renato 06/12/2012 às 5:54 pm

    Incrível Daniel! Você tirou as palavras da minha boca, as fotos do meu HD!… Brincadeirinha… Mas, comigo aconteceu a mesma coisa. Só acho que o seu índice de acerto está melhor que o meu. Parabéns!

    • 13 Daniel Brazil 06/12/2012 às 7:22 pm

      Você não imagina a quantidade de fotos que ficaram ruins, Paulo Renato! O “índice de acerto” é medíocre, até agora…
      Fiquei curioso para ver as tuas.

  9. 15 Julio Xavier 06/12/2012 às 6:04 pm

    Até onde eu sei, o mais arisco de todos é a periquita…..

  10. 17 Daniel Brazil 06/12/2012 às 9:55 pm

    Querem ver algo curioso? Ampliem a foto da corujinha, e vão ver que a íris que recebe sol está menor que a sombreada. A nossa também funciona assim…

  11. 18 adelsomn gilsomn da silva nascimento 18/08/2014 às 9:19 pm

    amigo gosto muito de passaros minha pachao e pola asa brancaIBIRATAIA.BA


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: