Ofélia no século XXI

John_Everett_Millais_-_Ophelia_-_WGA15685

Um dos mais famosos quadros do século XIX é Ophelia, do britânico John Everett Millais (1829-1896). Inspirado em Shakespeare, representa a enlouquecida amante de Hamlet, que se deixa afogar após saber que este assassinou seu pai. A cena brutal é suavizada por um cenário primaveril, onde flores flutuam junto ao corpo inerte da jovem. Imagine um corpo boiando no rio Tietê e terá uma noção de como o artista romantizou o tema.

A história reporta que Millais contratou uma modelo para ficar imersa numa banheira durante dias, até conseguir reproduzir os cabelos e vestes flutuantes. Elizabeth Siddal quase morreu de pneumonia, mas acabou tendo as despesas médicas pagas pelo artista, e como acabou se tornando artista também, acabou perdoando a obsessão realista de Millais. Anos depois, também se suicida, e me pergunto porque até hoje isso não rendeu um livro ou um filme na velha Albion.

Pois hoje vejo, nesse Aleph vertiginoso que é a internet, uma nova versão da morte de Ofélia. Não sei quem é o artista, mas gostaria de saudar sua verve amarga, seu senso de humor refinado e macabro, tão adequado ao século XXI. Hoje, 05 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente.

Ofélia

 

 

 

 

 

 

Anúncios

0 Responses to “Ofélia no século XXI”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




Arquivos

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: