Posts Tagged 'violão'

O violão-afro-brasileiro de Kiko Dinucci

kikodinuccirastilho

O músico e compositor paulista Kiko Dinucci é figura incontornável no atual cenário musical brasileiro. Multiforme e onipresente, integra ou integrou várias formações que dão um toque de invenção na canção contemporânea. Desde o Duo Moviola até Passo Torto e Metá Metá, passando pelo trabalho com figuraças como Elza Soares e Jards Macalé, Dinucci imprime sua marca pessoal através de canções provocativas, com letras desaforadas e sonoridades incomuns. Quem mais entregaria pra Elza Soares uma canção chamada Pra Fuder?

A herança punk da adolescência, somada à descoberta dos mestres do samba, fez com que o artista desenvolvesse um estilo violonístico original. A pegada rítmica lembra Baden Powell e seus afro-sambas, num primeiro momento. Mas, diferente de um solista, Dinucci mastiga e cospe pequenas frases melódicas que servem de base para as suas canções, quase sempre lastreadas em referências afro oriundas do candomblé. O ritmo comanda a criação, não no sentido dançante de um Benjor, mas no de transe de terreiro.

Em Rastilho, lançado neste início de 2020, Kiko Dinucci reforça seu lado violonista, em composições originais que acentuam as influências do violão brasileiro mais negro, do choro ao batuque. Bordões e primas, atabaque e reco-reco, ora modal ora tonal, o violão saracoteia em busca de uma síntese encantadora e encantatória.

O violão conduz, mas não só. Há canções interpretadas pelo autor e por convidados como Ava Rocha, Rodrigo Ogi e a parceira de longa data Juçara Marçal. Algumas faixas tem o apoio de um coro de yabás modernas, outras mostram um lado mais introspectivo, de solista. No conjunto, um trabalho de grande riqueza timbrística, que comprova a plenitude desse inquieto artista.

Para ouvir: Rastilho

(publicado originalmente na http://www.revistamusicabrasileira,com.br)


Arquivos